Pular para o conteúdo principal

*** Fotos da sede da empresa Google ***

 


Noticias24.-
Ángel Jiménez de Luis, editor do Gadgetoblog del Diario El Mundo, fez uma visita a oficina do Google en Zurich (Suiça) e regressou com uma série de fotos que despertam a mais terrível inveja de todas.
 



O tobogã conecta a zona de oficinas do primero andar com a cafeteria e a academia. Para descer e comer não precisa esperar o elevador.
Os recém chegados têm que descer por ele para se apresentar à todos, além de usar um ridículo chapéu colorido durante algumas horas.
 
 


A cafeteria serve café da manhã, almoço e janta preparados por cozinheiros contratados exclusivamente para o edifício.
Tem comida para vegetarianos e como prato principal, um buffet de saladas com comidas feitas com ingredientes frescos do local.
 
 


As crianças são bem vindas e não é estranho ver os 'Googlers" indo trabalhar acompanhados de seus mascotes.
Não há berçários - embora a empresa toda se pareça com uma quase sempre - mas sim, uma sala especial para trocar os bebês.
 
 


A boa comida grátis e os petiscos entre as horas sempre trazem uns "quilinhos" a mais aos recém chegados que ficam popularmente conhecidos como 'os Os (letra O) do Google'.
A academia do piso superior - que também é grátis - é o lugar onde se queimam os "quilinhos".
 
 


A sala de massagem é quase que um santuário. As poltronas vibradoras são gratuitas.
Apenas o serviço de massagens é que são pagos, mas são subsidiados e com valores baixos.
A empresa presenteia bônus de massagem ou reservas de horários.
 
 


Em cada andar tem ao menos 2 áreas de descanso com comida e bebida - é claro, grátis. Refrescos, sucos e café, muito café, mas também cerais, chocolates, sorvetes, batata fritas, frutas e uma ampla seleção de lanches saudáveis que tentam compensar o excesso de carboidratos.
 



Cada um administra seu tempo e seu trabalho como quer.
Não há horário e nas horas de descansos é permitido jogar uma partida de Guitar Hero (jogo de vídeo game onde os jogadores tocam uma guitarra virtual), sinuca ou um jogo de mesa.
Os prazos de entregas e desenvolvimento/ produção, isso sim, tem que ser cumprido.
 
 


Esta barra, similar a de uma estação de bombeiros, liga o segundo andar com a sala de jogos.
Não precisa esperar o elevador para se divertir um pouco.
 


O espaço de trabalho é pequeno, mas as áreas de reuniões são muito amplas e temáticas.
Esta cabine é de um autêntico teleférico e está situada em um andar decorado com fotos e objetos que lembram uma estação de esquí nos Alpes.
 
 


Nessas alturas você deve estar perguntando se no Google realmente se trabalha.
Esta é uma área de trabalho convencional.
Duas telas (monitores) é o padrão - economiza tempo e aumenta a produtividade - e os lugares são escolhidos livremente.
Não é difícil ver os 'Googlers' mudando o lugar de trabalho com freqüencia.
 


O serviço técnico está em uma área do prédio decorada com ambiente hawaiano.
Aqui se pode vir e buscar um cabo ou consertar um problema no seu laptop.
As áreas de recreação estão repartidas por todo o prédio para que os 'Googlers' caminhem e se vejam.
 


As áreas de trabalho são sempre abertas.
Para se ter privacidade durante uma conversa no telefone, tem que 'prender' em uma das múltiplas cabinas divididas pelo edifício.
Em todas as paredes do prédio existem blocos de anotações, porque nunca se sabe em que momento pode surgir uma boa idéia.
 


O Salão da Água é uma área de paz e relaxamento no prédio.
Há poltronas de massagens e a iluminação é mínima.
É o lugar ideal para tirar aquela dormidinha básica após o almoço  e descansar um pouco antes de uma reunião.
 
 


No entanto, é proibido o uso de celuláres e despertadores.
A única atividade possível, além de descansar, é olhar os peixes tropicais nos aquários nas paredes.
 


As salas de reuniões do prédio têm nomes tirados de séries de TV e filmes famosos.
Estes iglús estão na área do Star Wars  e são autênticos refúgios que foram utilizados em missões científicas na Antártida.
 
 


Google é mais que uma empresa.
Os trabalhadores se encontram na sede de forma periódica para realizarem atividades em conjunto e festas. Também não é raro  encontrar grupos para praticar esportes desde ciclismo até esqui alpino.
Além de tudo, os funcionários têm o famoso 20% de tempo de trabalho onde cada um pode dedicar-se a projetos pessoais e 10% para livre diposição absoluta.
 
 


Os trabalhadores passam apenas uma fração de seu tempo na mesa de trabalho.
Na maioria das vezes trabalham com o laptop nas áreas de descanso, em pequenos grupos.
Isto favorece a criatividade e a sociabilidade.
 
 


A biblioteca é uma das salas mais surpreendentes do prédio e a que tem as melhores vistas.
Uma área de descanso com uma imensa cozinha e uma chaminé 'virtual'.
Toda a mobília é reciclável e foram adquiridas de lojas de segunda mão. 
 

Postagens mais visitadas deste blog

Brinquedos pedagógicos reciclados para maternal e berçário

Link direto:
http://www.pragentemiuda.org/2015/07/brinquedos-pedagogicos-reciclados-para-bercario.html
Brinquedos pedagógicos reciclados para berçárioVou postar mais algumas dicas para trabalhar com reciclagem de materiais, esta para os professores de maternal e berçário. Esta dica é para fazer seus próprios brinquedos pedagógicos, usando material que você tem em casa. A sugestão aqui proposta tem o objetivo de fortalecer mãos e pulsos, explorar os níveis de habilidades motoras finas e grossas, a concentração, curiosidade de causa e efeito, entre outros benefícios. Dica daqui.
Eu amei esta dica acima, feita com latinha de leite e palitos de picolé pintados. Pra fazer basta encapara a latinha com papel. Depois corte fendas na tampa, para encaixar os palitos. Pinte os palitos com tintas coloridas. A ideia do brinquedo é que o bebê retire e empurre as fitas observando suas habilidades.
Vamos ver outras sugestões? Todas usando latinhas de leite em ninho, toddy, nesca…

"MONÓLOGO DAS MÃOS" ..... Giuseppe Ghiaroni

"Feliz aquele que transfere o que sabe, e aprende o que ensina."
de Cora Coralina

"MONÓLOGO DAS MÃOS" 

Giuseppe Ghiaroni 

Para que servem as mãos? 
 As mãos servem para pedir, prometer, chamar, conceder, ameaçar, suplicar, exigir, acariciar, recusar, interrogar, admirar, confessar, calcular, comandar, injuriar, incitar, teimar, encorajar, acusar, condenar, absolver, perdoar, desprezar, desafiar, aplaudir, reger, benzer, humilhar, reconciliar, exaltar, construir, trabalhar, escrever...... 

As mãos de Maria Antonieta, ao receber o beijo de Mirabeau, salvou o trono da França e apagou a auréola do famoso revolucionário; Múcio Cévola queimou a mão que, por engano não matou Porcena; foi com as mãos que Jesus amparou Madalena; com as mãos David agitou a funda que matou Golias; as mãos dos Césares romanos decidiam a sorte dos gladiadores vencidos na arena; Pilatos lavou as mãos para limpar a consciência; os anti-semitas marcavam a porta dos jude…

Cities After World War III

Apocalypse now: Russian artist transforms real-life photographs to show how cities might look after the end of the world 

By Suzzanah Hills
Last updated at 11:29 PM on 5th March 2012
You could be forgiven for thinking that these incredible images are simply scene grabs from a computer game or film depicting some imaginary and non-existent world.
But these pictures are actually photographs of modern-day cities around the globe that have been manipulated by Russian artist Vladimir Manyuhin.
Manyuhin starts with original snapshots and then adds digital decay and overgrowth to depict what well-known places on earth would look like after an apocalypse. This image from Russian artist Vladimir Manyuhin's Life after the Apocalypse is reminiscent of scenes from the 2007 film I am Legend By night: The same scene of a deserted city - minus some lions - with the sun slowly setting in the background Underground: Manyuhin has transformed a picture of a tube line in to a scene of destructio…