Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 24, 2012

Serenidade

Serenidade

Você já parou para observar, algum dia, como as pessoas andam pelas ruas apreensivas?

O semblante sempre carregado e o cenho franzido traduzem a angústia íntima. A problemática em que se encontram mergulhados.

Em alguns momentos, a impressão que se tem é que a maioria das gentes anda em batalha interior constante.

E nos perguntamos: Onde a serenidade? Em especial daqueles de nós que ostentamos o adjetivo de cristãos.

Acaso teremos esquecido a exortação de Jesus: A cada dia basta o seu cuidado? E aqueloutra:

Se pois Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé!

É por essa razão que, com regularidade, a Providência Divina permite que Seus missionários visitem a Terra, travestidos em corpos humanos e nas mais variadas frentes de trabalho.

Recordamos que em 1958, o Mundo assistiu à posse de mais um Papa. Os cardeais, em Roma, encontraram um sucessor para Pio XII, que morrera após dirigir …

Certezas, não temos nenhuma

Certezas, não temos nenhuma

Quantas pessoas já passaram pela sua vida? Com quantas delas você se estressou, sorriu ou simplesmente ignorou a presença? Ao longo da vida, muitas e muitas pessoas entram e saem da nossa história. Algumas delas deixam marcas memoráveis. Outras, alguns dizem, entram e saem sem deixar legado, ao acaso. Será mesmo?
Sem acreditar no acaso, cada vida ganha importância. Cada ser, no seu nível de evolução e consciência, contribui para que estivéssemos aqui, agora, da maneira que estamos.
O texto de Ana Jácomo nos fala, dentre outras coisas, da presença das pessoas em nossas vidas.
"Olhando daqui, percebo que pessoas e circunstâncias tiveram um propósito maior na minha vida do que muitas vezes eu soube, pude, aceitei, ler. Parece-me, agora, que cada uma, no seu próprio tempo, do seu próprio modo, veio somar para que eu chegasse até aqui, embora algumas vezes, no calor da emoção da vez, eu tenha me rendido à enganosa impressão de que …

Não tem como não se emocionar com estas imagens

[Estas coisas acontecem] O que a anta faz? - Morre em duelo

Tenho muito respeito pelo animal, que até acho que é muito fofo mas como é adjectivo de burrice e estupidez achei por bem criar a rubrica "O que a anta faz".
Juntem mais de 200 pessoas, 2 antas, 2 armas e muito barulho.

Num encontro de motociclismo, 2 policiais de seus nomes, Jorge Quinto de 45 anos e Fábio Luciano de 41 anos que estavam a beber num bar quando começaram a brigar por causa do som do carro do Jorge. Fábio pediu que Jorge baixasse o volume mas Jorge não acedeu e começaram a brigar. A discussão foi para a via pública e então dá-se o desfecho trágico. Ambos puxam das suas armas e começam aos tiros no meio da rua. Os 2 acabam por morrer, Jorge no local e Fábio no hospital mas como uma desgraça nunca vem só, um pai que passeava com o seu filho no encontro de motociclismo realizado na Área de Desenvolvimento Económico de Águas Claras levou um tiro perdido e morreu.
Fiquem com o vídeo da reportagem:



--
Publicada por Pedro Magalhães em Estas coi…