Pular para o conteúdo principal

Livre-se do Tubby, Lulu e outros: bloqueie apps de amigos no Facebook

Tubby, Lulu e outros: bloqueie apps de amigos no Facebook

lulu

Se você está nas redes sociais, já deve saber da polêmica envolvendo os apps Tubby e Lulu (se você ainda não conhece os apps, clique aqui). Os aplicativos, que permitem a publicação de avaliações anônimas de pessoas (ex-parceiros, amigos, alvos de paqueras etc), estão deixando muita gente de cabelo em pé. 

E não é à toa: o Lulu, por exemplo, disponibiliza milhares de perfis masculinos sem que os homens nem mesmo saibam que estão nessa rede. Isso acontece quando qualquer pessoa de sua lista de contatos usa o aplicativo. O Lulu coleta listas de amigos e cria perfis individuais para cada um deles.

Mas como estes apps têm acesso a dados não autorizados? Na verdade, os desenvolvedores têm todas as autorizações que precisam e foram os próprios usuários que as concederam por meio de configurações padrão do Facebook – só que quase ninguém sabe disso.

E o problema só deve aumentar nos próximos dias: o Tubby, que nem foi lançado ainda, promete um sistema parecido com o do Lulu e já permite uma suposta exclusão de perfil do aplicativo. Para isso, é necessário dar diversas autorizações para que o app use sua conta. O problema é que, como o app nem mesmo existe, é difícil saber se a ferramenta foi criada apenas para coletar dados de usuários. Por isso, o melhor caminho é proteger sua conta.

Proteja seu Facebook de aplicativos indesejados em dois passos

1. Faça login no Facebook e abra as configurações de privacidade de aplicativos, clicando neste link

2. Encontre o espaço "Aplicativos usados por outras pessoas", ou "Apps others use". Ali, você autoriza ou nega acesso a qualquer dado que apps possam requisitar, como suas fotos, vídeos, atividades, entre outros. Para garantir que nenhuma informação sua seja usada sem prévia autorização, desmarque todas as opções e clique em "Salvar alterações".

Pronto! Seu Facebook agora está protegido do Tubby, do Lulu e de qualquer outra aplicação usada por seus contatos na rede.


 

Postagens mais visitadas deste blog

Brinquedos pedagógicos reciclados para maternal e berçário

Link direto:
http://www.pragentemiuda.org/2015/07/brinquedos-pedagogicos-reciclados-para-bercario.html
Brinquedos pedagógicos reciclados para berçárioVou postar mais algumas dicas para trabalhar com reciclagem de materiais, esta para os professores de maternal e berçário. Esta dica é para fazer seus próprios brinquedos pedagógicos, usando material que você tem em casa. A sugestão aqui proposta tem o objetivo de fortalecer mãos e pulsos, explorar os níveis de habilidades motoras finas e grossas, a concentração, curiosidade de causa e efeito, entre outros benefícios. Dica daqui.
Eu amei esta dica acima, feita com latinha de leite e palitos de picolé pintados. Pra fazer basta encapara a latinha com papel. Depois corte fendas na tampa, para encaixar os palitos. Pinte os palitos com tintas coloridas. A ideia do brinquedo é que o bebê retire e empurre as fitas observando suas habilidades.
Vamos ver outras sugestões? Todas usando latinhas de leite em ninho, toddy, nesca…

"MONÓLOGO DAS MÃOS" ..... Giuseppe Ghiaroni

"Feliz aquele que transfere o que sabe, e aprende o que ensina."
de Cora Coralina

"MONÓLOGO DAS MÃOS" 

Giuseppe Ghiaroni 

Para que servem as mãos? 
 As mãos servem para pedir, prometer, chamar, conceder, ameaçar, suplicar, exigir, acariciar, recusar, interrogar, admirar, confessar, calcular, comandar, injuriar, incitar, teimar, encorajar, acusar, condenar, absolver, perdoar, desprezar, desafiar, aplaudir, reger, benzer, humilhar, reconciliar, exaltar, construir, trabalhar, escrever...... 

As mãos de Maria Antonieta, ao receber o beijo de Mirabeau, salvou o trono da França e apagou a auréola do famoso revolucionário; Múcio Cévola queimou a mão que, por engano não matou Porcena; foi com as mãos que Jesus amparou Madalena; com as mãos David agitou a funda que matou Golias; as mãos dos Césares romanos decidiam a sorte dos gladiadores vencidos na arena; Pilatos lavou as mãos para limpar a consciência; os anti-semitas marcavam a porta dos jude…

Cities After World War III

Apocalypse now: Russian artist transforms real-life photographs to show how cities might look after the end of the world 

By Suzzanah Hills
Last updated at 11:29 PM on 5th March 2012
You could be forgiven for thinking that these incredible images are simply scene grabs from a computer game or film depicting some imaginary and non-existent world.
But these pictures are actually photographs of modern-day cities around the globe that have been manipulated by Russian artist Vladimir Manyuhin.
Manyuhin starts with original snapshots and then adds digital decay and overgrowth to depict what well-known places on earth would look like after an apocalypse. This image from Russian artist Vladimir Manyuhin's Life after the Apocalypse is reminiscent of scenes from the 2007 film I am Legend By night: The same scene of a deserted city - minus some lions - with the sun slowly setting in the background Underground: Manyuhin has transformed a picture of a tube line in to a scene of destructio…